Últimos dias para aproveitar os melhores descontos do ano 

0

0

Dias

0

0

Horas

0

0

Minutos

0

0

Segundos


Troponina I ultrassensível após cirurgia de revascularização para tomada de decisão no pós-operatório.

Ibraim Masciarelli Francisco

Ibraim Masciarelli Francisco

10/03/2022

Atualizado em10/03/2022

2 min
Troponina I ultrassensível após cirurgia de revascularização para tomada de decisão no pós-operatório.

Cenário de aplicação clínica:

Frequentemente, presenciamos sinais de injúria miocárdica no período pós-operatório de cirurgia de revascularização, por vezes chegando a superar os níveis diagnósticos definidos na quarta definição universal de infarto. Entretanto, raramente, indica-se a necessidade de estudo invasivo nos pacientes  em processo de recuperação de procedimento cirúrgico. Por outro lado, a ampla disponibilidade desta avaliação laboratorial torna desejável que se defina o nível ideal que aponte quando o paciente pode se beneficiar de procedimentos adicionais.

Métodos:

O trabalho propõe uma metodologia de análise unicêntrica. Avaliou-se 4684 pacientes consecutivos submetidos à cirurgia de revascularização isolada e eletiva entre janeiro de 2013 e maio de 2019. 

Resultados:

Da população estudada, 161 (3,48%) foram submetidos à cinecoronariografia. Deles,, 86 (53,4%) foram conduzidos a novos procedimentos de revascularização. Os autores encontraram que o valor de corte >13000ng/L(>500 vezes o valor de referência máximo) pode ser considerado ótimo para indicar a necessidade de revascularização adicional dentro de 48h da cirurgia inicial (sensibilidade de 88,4%; especificidade de 93,4%; valor preditivo positivo de 20,1% e valor preditivo negativo de 99,8%).

Ao se considerar os resultados divididos por sexo, os níveis foram de 13300ng/L para homens (>390 vezes o valor de referência máximo) e 9400ng/l para mulheres (588 vezes o valor de referência máximo). 

O mesmo nível de troponina foi preditor da incidência de eventos adversos em 30 dias, o que foi confirmado por análise de uma coorte externa. 

Referente  à análise por árvore de decisão, os autores não encontraram nenhuma vantagem em realizar a quantificação de troponina em pacientes com alterações eletrocardiográficas, ecocardiográficas ou que apresentassem instabilidade hemodinâmica. Eles também destacam o fato de que dosagens precoces de troponina (dentro das primeiras 12 horas) tenham algum valor para definir conduta. Em contrapartida,  ressaltam a  relevância nos casos de dosagens com valor >8000ng/L obtidas após 12h a 16h de pós-operatório (área sob a curva de 0,92; IC95% 0,88-0,95).  

Perspectiva:

Em síntese, este estudo aponta um valor de coorte para troponina ultrassensível no pós-operatório de cirurgia de revascularização isolada eeletiva, o qual mostrou excelente desempenho; especialmente, apresentou bons resultados quanto ao valor preditivo negativo, a fim de determinar quais pacientes poderiam se beneficiar de angiografia invasiva. Apesar da qualidade do estudo, há que se levar em consideração que se trata de análise retrospectiva, em estudo unicêntrico, com validação em coorte externa de pequeno tamanho. De qualquer forma, os autores contribuem de modo significativo no sentido de determinar quando esta análise de parâmetro laboratorial pode ser utilizada para beneficio de pacientes revascularizados.     


Referências

High-sensitivity cardiac troponin I after coronary artery bypass grafting for post-operative decision-making

Hazem Omran, Volker Rudolph — Publicado em 30/12/2021European Heart Journal

DOI: 

10.1093/eurheartj/ehab918

Tags

CARDIOLOGIA
TROPONINA
CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA
CIRURGIA CARDÍACA
Ibraim Masciarelli Francisco

Ibraim Masciarelli Francisco

CRM: 47375-SP

Médico formado pela Universidade Federal de São Paulo, com residência em Cardiologia pelo Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia e doutorado em ciências pela Faculdade de Medicina da USP. Assessor sênior da cardiologia do grupo Fleury, Fellow do American College of Cardiology e da European Society of Cardiology, ex presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo.

Black November Card

Parcerias:

logo GrupoFleury
logo MIT
logo Philips
logo Hospital Sírio-Libanês
logo Saude Id
logo Cannect
logo BricNet

A Pupilla

Siga nossas redes