Robô Pupilla e os artigos da semana #25: Consenso para o manejo da hipertensão arterial na infância organizado pela Sociedade Europeia de Cardiologia

Octávio Augusto Bedin Peracchi

Octávio Augusto Bedin Peracchi

20/09/2022

Atualizado em20/09/2022

3 min

A busca por publicações científicas usadas na produção do conteúdo da Pupilla conta com o apoio da Inteligência Artificial. A partir de algoritmos definidos pelos médicos Key Opinion Leaders da plataforma, o robô Pupilla rastreia artigos em importantes periódicos de saúde, como The New England Journal of Medicine, The British Medical Journal, JAMA, The Journal of Clinical Investigation, entre outros. Esta coluna traz dois artigos bastante relevantes, sugeridos pela nossa equipe médica, dentre aqueles buscados pelo nosso robô.


Consenso para o manejo da hipertensão arterial na infância organizado pela Sociedade Europeia de Cardiologia

Por: Giovanni de Simone, Costantino Mancusi, Henner Hanssen, et al. Hypertension in children and adolescents: A consensus document from ESC Council on Hypertension, European Association of Preventive Cardiology, European Association of Cardiovascular Imaging, Association of Cardiovascular Nursing & Allied Professions, ESC Council for Cardiology Practice and Association for European Paediatric and Congenital CardiologyEuropean Heart Journal, Volume 43, Issue 35, 14 September 2022, Pages 3290–3301



Identificador: https://doi.org/10.1093/eurheartj/ehac328


O diagnóstico da hipertensão arterial (HAS) em crianças e em adolescentes é sempre desafiador. Os padrões são complexos e costumam mudar com o crescimento corporal e, assim, o desenho de estudos para a sua avaliação, geralmente, não são possíveis. Dessa forma, uma definição estatística costuma ser necessária. Com isso, a Sociedade Europeia de Cardiologia organizou uma forca-tarefa com diferentes associações do mesmo continente para revisar os dados e as evidências mais atuais da literatura sobre o assunto. No documento, os autores revisam a definição e a classificação da HAS entre 6 e 16 anos, além de discutirem sobre:


  • A forma correta da aferição da pressão arterial (PA) em crianças e em adolescentes;
  • A avaliação clínica e da lesão de órgãos-alvo;
  • A hipertensão secundária;
  • A avaliação e o manejo de possíveis fatores de risco;
  • O tratamento e as medidas possíveis de serem implementadas no dia a dia.  


Nesse sentido, tais reflexões dos autores, com base na literatura atual disponível, acendem alguns alertas frente à importância do diagnóstico adequado da HAS em crianças e em adolescentes, bem como os cuidados e os desafios que emergem desse diagnóstico.


Você pode se interessar também:

As desigualdades do câncer infantil

Robô Pupilla e os artigos da semana #16: Hemangiomas na Infância

[Resolução] Dor abdominal na adolescência

Poliomielite – Atenção à cobertura vacinal


Curso Oftalmologia no Consultório de Pediatria: o que todo pediatra precisa dominar: Inscreva-se!


Tags

RECOMENDAÇÃO
ATUALIZAÇÃO MÉDICA
ENSINO MÉDICO CONTINUADO
HIPERTENSÃO
Octávio Augusto Bedin Peracchi

Octávio Augusto Bedin Peracchi

Reumatologia

CRM: 131954-SP

Médico formado pela Universidade Federal do Paraná. Residência Médica em Pediatria pelo Hospital Pequeno Príncipe (Curitiba/PR). Residência Médica em Reumatologia Pediátrica, Mestrado e Doutorado pela Universidade Federal de São Paulo. Coordenador da Educação Médica e do Núcleo Médico do Marketing e Comunicação do Grupo Fleury.

Parcerias:

logo GrupoFleury
logo MIT
logo Philips
logo Saude Id
logo BricNet
logo Cannect
logo Hospital Sírio-Libanês

A Pupilla

Siga nossas redes